Estilo e Consumo Consciente: por onde começar?

Olá minha gente!


Chegamos ao último post da nossa série de lançamento do blog!

Se você chegou por aqui agora, recomendo ler os três primeiros, pra entender a conexão entre moda, autoconhecimento, empoderamento, estilo pessoal e consumo consciente.


Post 1: Como dar o primeiro passo rumo a um guarda roupa perfeito.

Post 2: Começando um novo estilo através da prática do empoderamento e do autoconhecimento.

Post 3: Dez dicas incríveis pra montar o seu estilo pessoal do zero!


Continuando...


Você sabia que em 2017, o dia 2 de agosto foi o Dia da Sobrecarga da Terra?


Isso significa que a demanda da humanidade por recursos naturais ultrapassou a capacidade do planeta de se regenerar, ou seja, até o final do ano, tudo o que a gente consumir não vai ser reposto.

E a cada ano que o cálculo é feito, a data chega mais cedo.


Ao contrário do que muitos acreditam ou apenas ignoram, os recursos naturais são sim, finitos, mas algumas mudanças de hábito podem influenciar positivamente nesse processo, dentre elas a prática do consumo consciente.


Na indústria da moda se estabeleceu um padrão de fast fashion que traduzindo ao pé da letra significa moda rápida. Esse padrão estimula a sociedade de consumo a comprar cada vez mais produtos e serviços desnecessários. Falando sério: se antes existiam coleções a cada estação, hoje temos a cada meia estação, ou seja, a cada 3 meses tem coleção nova saindo da grande maioria das lojas.


A gente pode ver em qualquer reality show de moda que as pessoas que trabalham nesse segmento estão sempre correndo, stressadas e são levemente babacas. Esse é um paradigma que precisa ser quebrado.


Não é saudável trabalhar 20h por dia, mesmo que você ame o que faz. Não é legal julgar as ‘pessoas comuns’ e tampouco destratar seu assistente.


É importante expandir o pensamento micro (nós) pro macro (as pessoas, os animais, o planeta...), e levar em consideração abandonar alguns hábitos nocivos e desnecessários que infelizmente, ainda temos.


Algumas mudanças na rotina podem fazer toda a diferença:


A palha é um material resistente e natural. Optar por esse tipo de material ajuda a diminuir o impacto do nosso lixo no planeta.


1. Leve em consideração consumir mais produtos naturais e menos produtos descartáveis: os tecidos naturais, como o linho e o algodão, também demoram a se desgastar, mas ainda assim prejudicam bem menos o meio ambiente.


2. Prolongue a vida útil das suas peças: não gosta mais, engordou ou emagreceu, alguma coisa aconteceu e aquela peça linda simplesmente não combina mais com quem você é? Não jogue fora, doe! Assim você prolonga a vida útil dela, e diminui o lixo do planeta.


3. Leve em consideração se a sua compra pode causar impactos na sua saúde (física e emocional): ás vezes nós idealizamos um padrão de beleza que não existe e nos baseamos nele quando vamos às compras. Conheça o seu número e compre peças que lhe caibam, sem preconceitos!


Conhecer e valorizar o comércio local nos aproxima da nossa regionalidade e nos proporciona saber mais intimamente como as peças são feitas. Na foto, a linha de bijouterias do Gaya Ateliê.


4. Saiba de onde vem as suas peças: ajudar a combater o trabalho escravo, os testes em animais e a utilização de agrotóxicos pode ser bem mais simples do que você pensa. Escolhendo empresas sustentáveis você ajuda a tirar do mercado empresas que não se importam com nada mais do que o lucro pelo lucro.


5. Conheça a si mesmo: quando você leva em consideração o seu gosto pessoal, você esquece as tendências e acaba diminuindo o consumo.


6. DICA EXTRA 5 EM 1: Conheça os 5 Rs da sustentabilidade!


Repensar: antes de finalizar uma compra reflita se ela é realmente necessária ou se foi escolhida por impulso. Avalie quais danos o produto faz a sua saúde e ao meio ambiente.


Recusar: prefira embalagens recicláveis como vidro, metal e as biodegradáveis.


Reduzir: reduza o consumo preferindo produtos com qualidade ao invés de quantidade.


Reutilizar: doe roupas e conserte o que tem jeito pra só então descartar algo.


Reciclar: faça coleta seletiva, assim você ajuda a economizar não só os recursos naturais mas a energia do planeta também, além de contribuir para a diminuição de poluição.


Bom, se você chegou até aqui, é sinal de que nossa série de posts de lançamento do blog te ajudou de alguma maneira.


Como você percebeu essa não é uma plataforma comum: aqui, vamos falar sobre moda com um olhar focado no estilo pessoal, consumo consciente, autoconhecimento e empoderamento.


Vamos conhecer juntos os empreendedores locais e entender com se faz moda de gente real pra gente real,muita gente bacana, que bota a mão na massa e que acredita num mundo melhor.


Vamos aprender que o relacionamento humano ainda é a melhor tendência e vamos construir juntos, um lugar onde não julgamos ninguém. Aqui acolhemos e estimulamos seres humanos a serem sempre a sua melhor versão pra eles mesmos e pro mundo.


Por fim, quero te convidar a ser agente da mudança e acompanhar o desenvolvimento desse blog, que foi criado pra ser coletivo, com conteúdo criado não só por mim, mas por você.


Fica aqui o meu muito obrigada!


Vejo vocês no próximo post! Até lá!

ÚLTIMOS POSTS

Cadastre-se agora e receba gratuitamente atualizações, artigos e dicas exclusivas para assinantes!

INSTAGRAM

ENTRE EM CONTATO:

julianaalso.c@gmail.com

  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

Powered by: Juliana Also | 2020