O QUE VOCÊ PRECISA FAZER ANTES DE COLOCAR A SUA MARCA NO MERCADO


Um bom planejamento não é algo exclusivo das grandes empresas. Pequenos empreendimentos também devem criar estratégias para se diferenciar dos concorrentes e manter um público fiel.


Um bom exemplo é o case das Irmãs Alcântara, Bárbara, Débora e Júlia, que começaram o blog Tudo Orna falando sobre moda e expandiram para produtos como maquiagens e bolsas, mas o case que mais chamou a minha atenção foi o do Orna Café.

Além de não ser um empreendimento relacionado à moda, o Orna Café foi inaugurado na internet antes de ficar pronto. Pelo perfil do Instagram os seguidores acompanharam todo o processo de construção do local e vibravam juntos a cada novo revestimento que chegava, a cada degustação e novidade.

No dia da inauguração, o resultado não poderia ser diferente: casa lotada e muitas fotos nas redes sociais, que acabaram virando um verdadeiro banco de imagens.


Ter um bom posicionamento antes mesmo de inaugurar foi uma excelente estratégia de branding, pois criou uma experiência de imersão total do consumidor com a marca desde o primeiro contato com ela.


O último empreendimento das Irmãs Alcântara foi o Efeito Orna, um curso online voltado para empreendedores que querem desenvolver técnicas de criação e produção de conteúdo, utilizando-as como estratégias de branding.


Brand significa "marca" em inglês. Branding significa “gestão de marca”.


Uma boa gestão de marca leva em consideração diversos aspectos que devem ser pontuados antes mesmo de entrar no mercado. Alguns deles são:


O nome da marca

Escolher um nome para o seu negócio é uma tarefa extremamente importante e deve ser levada a sério. Para isso, é preciso entender o seu nicho de atuação, os produtos e serviços que irá oferecer, o seu público alvo, a sua região e diversos outros aspectos. Evite palavras estrangeiras mas se optar por elas, tome cuidado com um possível duplo sentido quando pronunciadas.


Design do produto ou serviço

O design é o principal elemento de conexão visual na comunicação entre marcas e clientes. Se o seu produto não for atraente, dificilmente chamará atenção e irá se destacar da concorrência. Leve em consideração a praticidade, conveniência, facilidade de uso, conforto e segurança. Inove nas embalagens e se atenha a proteção do produto.


Interação do produto com o consumidor

Sem conexão não há venda. O consumidor moderno busca identificação e pelas as redes sociais interage facilmente com as marcas. Uma venda deve ser construída através de relacionamento. Curta, comente e converse com o seu público. Assim, você terá sempre um feedback do que está bom e do que pode melhorar.


Arquitetura do espaço físico onde o produto será comercializado

Assim como um feed bonito e organizado no Instagram atrai seguidores, o espaço físico de comercialização do seu produto ou serviço deve ser bonito, expressar o ideal da sua marca e deve deixar o seu consumidor à vontade. Prefira decorações aconchegantes.


Treinamento das pessoas internas

Ter funcionários fiéis é tão importante quanto ter clientes fiéis. Quando o seu time acredita no ideal da empresa e se sente valorizado, o seu cliente sai ganhando. O interesse em atender melhor e aprender sobre a visão da empresa se tornam metas pessoais de quem trabalha com propósito.


E-commerce

Você já tem uma loja física ou escritório e agora quer partir pro online? Esse é um passo importante e relativamente fácil de colocar em prática. Você pode começar desde uma lojinha no Instagram ou até investir em um site próprio. Existem muitas ferramentas e planos acessíveis e até gratuitos.


Mídia social

A atenção está no digital. Hoje o smartphone se tornou uma extensão do braço humano. Só no Brasil, o Facebook tem mais de 127 milhões de usuários. Faz total sentido a sua marca também estar online. Identifique o seu público e defina em quais canais eles estão. Lembre-se também que qualidade é melhor do que quantidade: não adianta ter um perfil em cada rede social e não conseguir administrar nenhuma delas.


Site e a forma como as pessoas vão se relacionar com ele

Se você não pretende ter um e-commerce, opte por um site. Um dia, todo o conteúdo que você criou nas redes sociais pode desaparecer, por isso use-as para atrair o seu público para o seu site. Nele sim, você tem a segurança de que todo o seu trabalho está a salvo caso alguma dessas redes sociais chegue ao fim.


Trabalhar com propósito não significa ter menos trabalho, pelo contrário. Quanto maior o seu propósito, mais vontade de trabalhar você terá. Por isso, saiba escolher pelo que vale a pena se estressar, por que todo negócio tem dias difíceis, até aquele que a gente mais ama.

ÚLTIMOS POSTS

Cadastre-se agora e receba gratuitamente atualizações, artigos e dicas exclusivas para assinantes!

INSTAGRAM

ENTRE EM CONTATO:

julianaalso.c@gmail.com

  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

Powered by: Juliana Also | 2020