PROFISSÃO INFLUENCER



Nos dias de hoje, estamos cada vez mais habituados a acompanhar a vida de personalidades na internet e muitas vezes essas personalidades não são artistas da tv ou do cinema, são pessoas comuns que compartilham conteúdos muito específicos, se tornando referência neles, mais conhecidos como influencers.


Um estudo realizado pela SocialChorus indica que campanhas com influenciadores podem ter um engajamento 16 vezes maior do que a publicidade em outros meios de comunicação.


De acordo com a Nielsen, empresa especializada no comportamento dos consumidores, 90% dos clientes confiam na recomendação de outras pessoas para comprar um produto e apenas 33% se sentem influenciados por anúncios.


Segundo um estudo divulgado pelo youPix em 2017, sobre o impacto do digital influencer no Brasil, os influenciadores geram cerca de 7,2 bilhões de interações, sendo que 2% deles são responsáveis por 54% dessas interações.


Mas afinal, o que é um digital influencer?


O digital influencer é um profissional relativamente novo no mercado. Ele trabalha com a produção de conteúdo e como o próprio nome diz, usa a sua influência em um nicho segmentado de pessoas que acreditam em sua opinião e buscam referências para suas atitudes e decisões de compra.


Ele é um formador de opinião que pode utilizar diversos canais online para transmitir suas ideias, o que ele sabe e o que faz para o seu público. São as novas celebridades e andam ao lado de grandes artistas quando o assunto é estrelar campanhas publicitárias.


Se essa profissão se popularizou por conta das blogueiras da indústria da moda, hoje em dia qualquer um pode ser influencer.


Como vimos antes, os públicos seguem nichos específicos, portanto você pode falar de qualquer assunto, contato que entenda dele, tenha assiduidade nas postagens e interaja com os seus seguidores.


Existem influencers de humor, comportamento, tecnologia, finanças… É só dar uma busca rápida no Google que facilmente os encontramos.


Na hora de contratar um digital influencer para trabalhar com a sua marca, é preciso escolher uma pessoa que tenha a personalidade certa para representar o seu produto e alcançar um alto engajamento com o seu público.


De acordo com uma pesquisa realizada pelo Postgrain, 69% das pessoas já foram ou são influenciadas a comprar algo por sugestão de uma marca ou influenciador.


As vantagens são muitas mas a principal é gerar humanização da marca, mantendo a atenção do consumidor no conteúdo.


As vendas pós anúncio com influenciadores aumentam porque eles tem o potencial de criar e engajar pessoas com seus conteúdos, podendo falar por mais tempo sobre um produto ou serviço sem cair na mesmice.


Os formatos de conteúdo variam: vídeos patrocinados no Youtube, posts no Instagram e Stories… E se engana quem pensa que a era dos blogs passou. Ainda hoje, eles conseguem captar a atenção dos seguidores, sem contar que é o canal perfeito para montar uma boa lista de emails.


Para ampliar a audiência é preciso atingir o público certo, por isso, antes de contratar esse profissional, conheça e se identifique com o perfil dos seguidores, o tipo de linguagem e conteúdo, o nível de engajamento e claro, os custos.


O poder de alcance e segmentação dos influencers rende uma publicidade mais assertiva, mas é preciso criar estratégias diferentes para cada tipo de influenciador.


Para quem quer se tornar um, como tudo na vida, existem vantagens e desvantagens:


Vantagens:

A rotina de trabalho nada monótona e a agenda flexível já convence fácil quem quer entrar nessa carreira, mas a liberdade autoral, a mobilidade, e o acesso a experiências acabam sendo o arremate final.


Desvantagens:

Como muitas pessoas conhecidas, o pouco tempo com a família, a falta de privacidade, os haters, e os calotes (sim, eles existem!) são algumas das desvantagens para quem trabalha na internet.


Mas afinal, quanto ganha um influencer?


De acordo com uma reportagem recente da Revista Época Negócios, o valor pode variar entre 50 e 100 mil por campanha no Youtube para os grandes influencers, enquanto os menores recebem entre mil e 5 mil reais.


No Instagram, o cachê negociado pode variar de 5 e 10 mil por anúncio.


Geralmente um post no blog transita na cada dos mil reais.


Ao mesmo tempo que o crescimento dos influencers é bom, ele acaba aumentando a concorrência e exigindo cada vez mais conteúdos criativos e em formatos diferentes.


Por isso, trabalhar com propósito, conhecer o seu conteúdo e criar estratégias para alcançar mais pessoas são atitudes que você deve tomar o quanto antes pelo seu negócio de moda.

ÚLTIMOS POSTS

Cadastre-se agora e receba gratuitamente atualizações, artigos e dicas exclusivas para assinantes!

INSTAGRAM

ENTRE EM CONTATO:

julianaalso.c@gmail.com

  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

Powered by: Juliana Also | 2020