TRÊS ERROS QUE OS BRECHÓS INICIANTES COMETEM



Durante o muito tempo em que eu consumo peças de brechó percebi que a seguinte cena era bastante comum: eu praticamente entrando dentro das araras amontoadas de peças mais ou menos em busca de um único achado que fizesse a minha visita no local valer à pena.


Essa situação sempre me deixou frustrada porque eu ia em busca de algo que coubesse no meu bolso e tivesse qualidade, promessa de praticamente todos os brechós, e me deparava com ambientes que sinceramente, ninguém em sã consciência gostaria de estar.


Pensando nisso, fiz uma lista com três grandes erros que os brechós, principalmente os iniciantes cometem para ajudar os empreendedores desse segmento a reverter a situação.


Bagunça

Sem dúvida alguma a bagunça é um dos principais motivos pelos quais tantas pessoas ainda têm preconceito em comprar em brechós. Montes e mais montes de roupas sem ordem nem organização são cenas comuns de serem vistas e também uma das piores imagens que um brechó e qualquer loja pode passar. Categorize as peças, sinalize os preços e nunca, nunca, nunca coloque em uma arara mais do que ela pode suportar. Além de passar uma imagem de desleixo, diminui bastante a possibilidade de compra, uma vez que o consumidor desiste mais rápido de encontrar boas peças.


Peças de qualidade duvidosa

Comprar peças de segunda mão é ótimo pro nosso bolso, pro nosso estilo e principalmente pro nosso planeta, mas é muita falta de compromisso e respeito com o seu cliente oferecer peças com rasgos, manchas, furos... Segunda mão não significa danificada, quer dizer apenas que aquela peça deixou de fazer sentido no guarda roupa de alguém para fazer no seu, por isso, respeite o seu consumidor fazendo uma boa curadoria e higienizando bem as peças.


Preços abusivos

Os brechós surgiram para oferecer peças de segunda mão por preços acessíveis, afinal elas já foram usadas. Por isso não faz sentido colocar o mesmo preço de lojas e peças realmente novas em roupas de segunda mão. Seja justo e ofereça opções que realmente caibam no bolso dos seus clientes. E isso também serve para os brechós de luxo, que mesmo tendo valores acima da média de brechós populares, ainda sim devem ser mais em conta do que as peças novas.


Lembre-se: não importa qual seja o seu negócio, sem um público cativo e fiel, dificilmente você conseguirá se manter relevante no mercado por um longo período, por isso se preocupe em entregar produtos de qualidade e com em criar uma boa experiência de compra para o seu consumidor.

ÚLTIMOS POSTS

Cadastre-se agora e receba gratuitamente atualizações, artigos e dicas exclusivas para assinantes!

INSTAGRAM

ENTRE EM CONTATO:

julianaalso.c@gmail.com

  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

Powered by: Juliana Also | 2020